Sócios Fundadores

CEO e fundador da Trafalgar Investimentos, contando com 25 anos de experiência no mercado financeiro. Paulo Corchaki foi diretor estatutário do Banco Itaú, onde era responsável pela área de Gestão de Fundos de Investimentos, com mais de 300 bilhões de reais em ativos geridos sob sua responsabilidade. Foi também responsável por toda área de Investimento do Itaú Private Banking, na posição de Chefe de Investimentos Global e mantendo sob sua responsabilidade as equipes de investimento do Itaú no Brasil, América Latina, Estados Unidos e Europa. Antes de fundar a Trafalgar, Paulo Corchaki foi CEO do UBS Wealth Management no Brasil, membro do Board do Banco UBS Brasil e membro do Comitê de América Latina na Suíça. Foi ainda Chefe de Investimento do HSBC Asset Management e Chefe de Renda Fixa local e internacional no BBA Capital e Banco Interatlântico. Faz parte do Conselho da AMEC (Associação de Mercado de Capitais) e foi membro do conselho da ANBIMA (Associação que regula os fundos de Investimentos).

Sócio cofundador da Trafalgar Investimentos e responsável pelas estratégias de gestão de renda variável. Roberto Chagas possui 21 anos de experiência no mercado financeiro, onde atuou como gestor e analista em diversas empresas do mercado. Antes de se juntar à Trafalgar, trabalhou por 9 anos no banco UBS AG, sendo 6 deles em São Paulo, como responsável pela gestão dos fundos de ações no Brasil, e os últimos 3 anos no UBS Asset Management, em Zurique, período em que foi responsável pela gestão dos fundos de ações com foco em Brasil e América Latina. Em Zurique, também fez parte do Comitê de Gestão de Mercados Emergentes. Roberto Chagas é formado em administração de empresas pela Universidade Candido Mendes, no Rio de Janeiro, possui pós-graduação em gestão de projetos pela Business School São Paulo e especialização executiva na Wharton School University of Pennsylvania, na Filadélfia, EUA.

Sócio cofundador e Economista Chefe da Trafalgar Investimentos. Guilherme Loureiro possui 13 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de se juntar à Trafalgar, Guilherme foi Economista Chefe do UBS Brasil e membro do Comitê Econômico da América Latina. Atuou como economista e estrategista para FX e juros no Banco Barclays. Guilherme Loureiro começou sua carreira na Tendências Consultoria Econômica, foi colaborador da Economist Intelligence Unit e trabalhou na área de Risco do Credit Suisse Hedging-Griffo. É formado em Economia pela Ibmec São Paulo e possui curso de extensão em Economia na Universidade de Chicago.

Alexander Carpenter possui 20 anos de experiência no mercado financeiro, onde atuou como analista, gestor e estrategista de investimentos em empresas como Itaú, Moody’s, HSBC e Invesco. Antes de se juntar à Trafalgar, Alexander Carpenter trabalhou na filial da Asset Management do Itaú em Nova Iorque, onde foi responsável pelo primeiro fundo offshore de hedge do Grupo Itaú, focado em investimentos de renda variável na região de América Latina. Anteriormente à experiência no Itaú, Alexander Carpenter foi o diretor responsável por avaliação de risco corporativo na América Latina da Moody’s, uma das empresas líderes no mundo de classificações de risco, bem como foi estrategista de renda variável local e internacional do HSBC Private Bank e diretor responsável pelas estratégias de renda variável do HSBC Asset Management. Alexander Carpenter é norte-americano e formado na Indiana University, com mestrado em Administração de Empresas na Thunderbird School of Global Management, em Phoenix, Arizona. Alexander Carpenter possui certificação CFA (“Chartered Financial Analyst“) e foi fundador do CFA Society of Brazil.

Sócio cofundador da Trafalgar Investimentos e responsável pelas estratégias de gestão de renda fixa. Ettore Marchetti possui 17 anos de experiência no mercado financeiro, tendo trabalhado por 11 anos no Credit Suisse Hedging Griffo, onde também era sócio e responsável pelas estratégias de gestão de renda fixa, com cerca de R$ 12 bilhões em ativos sob sua supervisão. Ettore Marchetti é formado em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da USP e mestre em Economia pelo Insper - SP.

Sócio da Trafalgar Investimentos e responsável pela área de Risco, Compliance e Operações. Henderson Branco possui 17 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de se juntar à Trafalgar, Henderson foi responsável pela área de Risco de Mercado e Liquidez da Vinci Partners e fez parte da equipe de Risco de Mercado e Liquidez do Banco BTG Pactual. Iniciou sua carreira como desenvolvedor de sistemas no Banco BTG Pactual. Henderson Branco é formado em Engenharia Elétrica com Ênfase em Sistemas e Computação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Luiz Adriano é sócio e responsável pela atividade de consultoria de valores mobiliários desenvolvida pela Trafalgar Wealth, com mais de 20 anos de atuação na indústria de investimentos e passagem pelo Credibanco (Bank of New York) e Itaú Unibanco. Vasta experiência em tesouraria e gestão de fundos multimercados, renda fixa e câmbio. Engenheiro Mecatrônico pela Poli-USP, Mestre pela FEA/IME–USP em Modelagem Matemática em Finanças. Professor convidado na FGV/Masters e B3 MBA.

Equipe

Analu Bruetto é Office Manager da Trafalgar Investimentos. Tem 10 anos de experiência profissional, sendo sete deles no mercado financeiro. Formada em Administração com ênfase em Recursos Humanos e com especialização pela FGV na mesma área. Antes de se juntar à Trafalgar Investimentos, trabalhou no Banco UBS Brasil cuidando diretamente da folha de pagamentos, benefícios, recrutamento e seleção de talentos.

Sócia e responsável pela área comercial da Trafalgar WM. Lilian possui 30 anos de experiência no mercado financeiro. Foi Diretora responsável pelo segmento de Large Corporate no BankBoston, Diretora Comercial no Itaú BBA e Head Comercial do UBS Wealth Management no Brasil. Formada em Engenharia Civil pela PUC do Paraná com pós-graduação em Finanças pela Universidade Católica de Administração e Economia. Possui curso de extensão no Insead, França.

Gestor e analista de renda variável. Felipe Passaro foi diretor no JP Morgan por 8 anos nos EUA e Londres, sendo responsável pela análise de diversas empresas e setores da América Latina para os fundos de Emerging Markets (AUM USD$100bn). Antes, Felipe foi analista de ações de América Latina por 5 anos na asset management do HSBC no Brasil.

Responsável pelas estratégias de volatilidade nos mercados de renda variável, moeda, juros e commodities. Luiz Messa possui 14 anos de experiência no mercado financeiro. Antes de se juntar à Trafalgar, atuou na área de distribuição e estruturação de notas estruturadas no Banco BNP Pariba e no Banco Safra. Anteriormente Luiz Messa foi trader de volatilidade por 10 anos no Banco BTG Pactual, onde foi sócio. Luiz Messa é formado em Economia pela Faculdade IBMEC (atual Insper) e possui Mestrado em Finanças Computacional pela Oregon Graduate Institute (OGI).

25 anos de experiência no mercado financeiro, foi Diretor do Unibanco, onde foi responsável por funções de auditoria e controladoria, implantou e dirigiu a plataforma de serviços de Planejamento Patrimonial no Private Bank, local e internacional, gerenciando projetos de gestão de patrimônio e assessorando famílias na contratação ou criação de escritório próprio de gestão patrimonial. Fundou há 14 anos sua empresa de consultoria e assessoria patrimonial para indivíduos e famílias com patrimônio no Brasil e no exterior, fornecendo serviços de planejamento e estruturação patrimonial, controladoria econômica e administração de bens, coordenação de gestores, tributaristas, contadores, consultores empresariais e imobiliários, de arte e filantropia. É graduado em Ciências Contábeis, pós-graduado em Administração e mestrado em Contabilidade e Controladoria (FEA-USP). É membro pleno do STEP-Society for Trust and Estate Practitioners, onde exerce a diretoria administrativa e financeira da filial do Brasil.

Rogério Reis possui 19 anos de experiência no mercado financeiro, onde atuou como gestor e analista na área de operações. Antes de se juntar à Trafalgar, trabalhou por 16 anos no Itaú Unibanco, iniciando pelo Private Bank atuando como analista de processamento/controladoria e posteriormente como analista e coordenador na área de Middle Office. Também atuou na área de Securities Services do Itaú onde coordenou equipe de Client Services. Rogério é formado em Informática pela FATEC/UNESP, possui pós-graduação em gestão de processos pela Escola Politécnica da USP e certificação CFP® (Certified Financial Planner).

+ 55 11 4861 9700

A APLICAÇÃO EM FUNDOS DE INVESTIMENTO APRESENTA RISCOS PARA OS INVESTIDORES, PODENDO RESULTAR EM SIGNIFICATIVAS PERDAS PATRIMONIAIS E A CONSEQUENTE PERDA DO CAPITAL APLICADO. FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM A GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. LEIA O FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES, LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS E O REGULAMENTO ANTES DE INVESTIR. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. A RENTABILIDADE DIVULGADA NÃO É LÍQUIDA DE IMPOSTOS E TAXA DE SAÍDA. O FUNDO TRAFALGAR VICTORY FIC FIM POSSUI MENOS DE 12 (DOZE) MESES. PARA AVALIAÇÃO DA PERFORMANCE DE UM FUNDO DE INVESTIMENTO, É RECOMENDÁVEL A ANÁLISE DE, NO MÍNIMO, 12 (DOZE) MESES. DESCRIÇÃO DO TIPO ANBIMA DISPONÍVEL NO FORMULÁRIO DE INFORMAÇÕES COMPLEMENTADRES.

Ambima